visita saego 15 05 17

O presidente da Sociedade de Anestesiologia do Estado de Goiás (Saego), Heber de Moraes Penna, visitou o Cremego na tarde desta segunda-feira, 15, e se reuniu com o presidente do Conselho, Leonardo Mariano Reis. Penna solicitou o posicionamento do Cremego sobre o processo de credenciamento de profissionais de saúde pela prefeitura de Goianésia, cujo edital não prevê a exigência de título de especialidade para a contratação de anestesiologistas.

O presidente do Cremego já solicitou um parecer à Assessoria Jurídica do Conselho sobre o edital e deve questionar a prefeitura sobre a dispensa do título de especialista.

Outra solicitação apresentada pelo presidente da Saego refere-se à obrigatoriedade da comunicação pelos hospitais dos óbitos decorrentes de complicações em cirurgias eletivas. Atualmente, essa comunicação não é compulsória. Leonardo Reis vai encaminhar o pleito ao Conselho Federal de Medicina, que poderá elaborar uma resolução sobre o assunto.

No dia 12, o presidente do Cremego recebeu o presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Goiás, Adriano Jaime Consorte Loyola, e a assessora Jurídica da entidade, Ana Lúcia Boaventura. Eles solicitaram o apoio do Cremego para o combate ao exercício ilegal da medicina por outros profissionais, principalmente na área da dermatologia e em procedimentos estéticos.

Foi acordado que a SBD-GO fará um levantamento destes casos de prática de atos médicos por outros profissionais e o encaminhará ao Cremego para as providências junto aos órgãos competentes. O combate ao exercício ilegal da medicina foi um dos assuntos abordados pelo presidente do Cremego, no dia 10 de maio, em reunião com o delegado Geral da Polícia Civil no Estado, Álvaro Cássio dos Santos.

 

(Rosane Rodrigues da Cunha/Assessora de Comunicação – Cremego 15/05/17)

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.