Após a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) no qual a diretoria de compromete a sanar em até 45 dias as deficiências pendentes, como a atualização do registro da empresa junto ao Conselho, o Hospital Adonai, localizado no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia, foi desinterditado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) na tarde desta sexta-feira. O hospital, que é privado, tinha sido interditado no dia 4 após vistorias do Conselho, que constataram deficiências na estrutura física, falta de materiais e de medicamentos na unidade.

No dia 6, o hospital passou por nova vistoria do Conselho, que verificou a correção da maioria das deficiências antes encontradas, e um TAC foi aprovado pelos conselheiros com a definição de prazos para a regularização de não-conformidades ainda pendentes. Com o fim da interdição ética, o hospital pode retomar o atendimento, inclusive internações e cirurgias, e os médicos, que estavam impedidos de trabalhar no local, podem voltar às atividades.

 

(Rosane Rodrigues da Cunha/Assessora de Comunicação – Cremego 08/06/18)

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.