A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza deste ano será realizada em todo o País entre os dias 5 e 25 de maio. No dia 5, acontecerá o Dia D da Vacinação. Nesta data, os postos fixos e volantes funcionarão das 8 às 17 horas.

O objetivo da vacinação é reduzir a morbimortalidade, complicações e internações decorrentes das infecções causadas pelo vírus da influenza. A meta em Goiás e vacinar, no mínimo, 80% dos grupos elegíveis para a imunização, o que representa 668.617 pessoas, da população total (835.771).

A Secretaria Estadual de Saúde alerta que a vacina influenza sazonal não deve ser administrada em pessoas com história de reação anafilática prévia ou alergia severa relacionada ao ovo de galinha e seus derivados, assim como a qualquer componente da vacina, e em pessoas que apresentaram reações anafiláticas graves a doses anteriores.

A vacinação deve ser adiada em casos de doenças agudas febris moderadas ou graves. Em pacientes com história pregressa de patologias neurológicas, como a Síndrome de Guillain Barre, recomenda-se realizar avaliação médica criteriosa de risco-benefício da vacina.


Quem deve ser vacinado

Devem tomar a vacina: pessoas com mais de 60 anos de idade, gestante em qualquer idade gestacional e população indígena aldeada (dose única) e crianças com idade entre 6 meses e menores de 2 anos (2 doses com intervalo de 30 dias entre as doses para crianças que nunca receberam a vacina e 1 dose para crianças com histórico de vacinação contra a  influenza).

Também serão vacinados trabalhadores da saúde que fazem atendimento para influenza, como os que atuam na atenção básica /estratégia saúde da família e os agentes de endemias; em hospitais com pronto socorro, ambulatórios e leitos em clínica médica, pediatria, obstetrícia e unidades de terapia intensiva.

Postos de vacinação – Em Goiânia, para o atendimento a esses trabalhadores serão instalados postos na Associação Médica de Goiás e no Centro de Referência em Diagnóstico e Terapêutica, situado próximo ao Terminal Rodoviário. Esses postos funcionarão entre os dias 7 e 23 de maio. O trabalhador deverá levar um documento que comprove ser um profissional da área da saúde. No interior, o profissional deve procurar um posto de vacinação e se identificar como trabalhador da área da saúde.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.