Boletim Eletrônico Nº 425 14/10/13

 

Cremego não apoia acordo firmado para

aprovação do Mais Médicos

 

O Cremego não apoia o acordo firmado entre o Conselho Federal de Medicina (CFM), líderes da base governista e o deputado federal Rogério Carvalho (PT/SE), que resultou no texto da Medida Provisória 621/2013 aprovado pela Câmara dos Deputados no dia 9 de outubro. Em sessão plenária realizada no dia 10, a diretoria e conselheiros do Cremego manifestaram-se contrários ao registro de médicos formados no exterior sem a aprovação destes profissionais no Revalida, o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Universidades Estrangeiras.

O Cremego também condena a transferência para o Ministério da Saúde da incumbência de registrar os médicos formados no exterior que participam do Mais Médicos. De acordo com o texto, que aguarda agora a votação no Senado, os Conselhos Regionais de Medicina ficam desobrigados deste registro, mas continuam responsáveis pela fiscalização do trabalho dos médicos intercambistas.

“Como vamos fiscalizar um médico que não está inscrito no Conselho?”, questiona o presidente do Cremego, Erso Guimarães, ressaltando que o texto acordado com o CFM e aprovado pelos deputados deixa essa lacuna. “Podemos fiscalizar os supervisores, os tutores, os locais de trabalho, mas, em caso de infração, não teremos como fiscalizar nem processar o intercambista”, disse.

O presidente também ressalta que o Cremego não abre mão da exigência do Revalida para os médicos formados no exterior. “Sem o Revalida, a sociedade não tem a garantia da qualidade da formação deste profissional, a aprovação no exame é importante para a segurança da população”, afirmou.

Erso Guimarães explicou que o Cremego é favorável ao aumento do número de médicos no Sistema Único de Saúde (SUS), defende e trabalha pela melhoria da qualidade da assistência prestada à população. Mas, segundo o presidente, esse aumento no número de médicos passa pela melhoria das condições de trabalho no SUS e pela criação da carreira de Estado do médico, que vai atrair e fixar os profissionais no serviço público.

“O déficit de médicos no SUS não será sanado com um programa eleitoreiro, que acena com uma solução provisória”, disse o presidente, para quem a melhoria do SUS deveria ser tratada pelos gestores não como uma promessa de campanha, mas como um compromisso da classe política com a sociedade.

 

Cremego na mídia – Em entrevista aos jornais O Popular e Opção, o presidente do Cremego, Erso Guimarães, falou sobre o programa Mais Médicos e sobre suas metas de trabalho à frente do Conselho. Clique aqui e confira as matérias publicas.

 

Médicos devem ficar atentos aos novos

 protocolos de dengue e influenza

 

Entre janeiro e outubro de 2013, foram notificados em Goiás 155 mil casos de dengue, com 56 óbitos confirmados. No mesmo período do ano passado, o número de casos totalizou 26 mil. A situação preocupa as autoridades da área da saúde, pois além do avanço da doença, a taxa de letalidade da dengue no Estado é alta: 13,79%, enquanto o índice preconizado pelo Ministério da Saúde não passa de 1%.

Ciente da importância do diagnóstico precoce para a redução da letalidade e o sucesso do tratamento dos pacientes, o Ministério da Saúde lançou uma nova edição do manual Dengue: diagnóstico e manejo clínico – Adulto e Criança.

A quarta edição do manual foi atualizada neste ano, com a incorporação de experiências apresentadas por especialistas e instituições nacionais e internacionais. O objetivo é orientar os médicos sobre o diagnóstico e tratamento precoces da dengue, prevenindo falhas na assistência.

Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde, Tânia da Silva Vaz, o Ministério da Saúde constatou que 62% dos óbitos registrados em Goiás estão associados ao manejo clínico inadequado. Em busca de uma solução para o problema, a superintendente reuniu-se com o presidente do Cremego, Erso Guimarães, no dia 9 de outubro, e solicitou que o Conselho reforce a orientação para que os médicos sigam os protocolos.

Tânia Vaz estava acompanhada pela médica Samanta Teixeira Pouza Furtado e pela superintendente de Políticasde Atenção Integral aSaúde,Mabel Del Socorro Rodrigues. Elas também demonstraram preocupação com a assistência médica a pacientes vítimas de influenza, doença responsável por 14 mortes no Estado em 2013.

A superintendente lembrou que o Ministério da Saúde disponibiliza o medicamento Tamiflu para os pacientes, mas ainda é baixa a prescrição médica prevista no protocolo de tratamento da doença atualizado em 2013.

O presidente do Cremego observou que a dengue e a influenza representam hoje grandes desafios na área da saúde publica. “Por isso, é de extrema importância que os médicos estejam preparados para atender os pacientes”, disse Erso Guimarães, que orienta os médicos a ficarem atentos aos protocolos do Ministério da Saúde.

Clique nos links e confira:

 

Dengue: diagnóstico e manejo clínico – Adulto e Criança (4ª edição/2013)

Protocolo de Tratamento de Influenza – 2013

 

Academia – O médico psiquiatra José Reinaldo do Amaral (CRM/GO 3324) é o mais novo membro titular da Academia Goiana de Medicina. A solenidade de posse aconteceu no dia 3 de outubro, na sede do Cremego, e reuniu acadêmicos, diretores de entidades médicas, amigos e parentes do psiquiatra. Formado em Medicina pela Universidade Federal de Goiás em 1980, José Reinaldo ocupa a cadeira número 6, que tem como patrono o médico Brasil Ramos Caiado.

 

I Jornada de Administração Médica – O Centro Acadêmico XXI de Abril da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás vai promover nos dia 21 e 22 de outubro a I Jornada de Administração Médica. O evento é aberto a médicos, médicos residentes e acadêmicos de medicina. As inscrições poderão ser feitas no local do evento, que acontecerá a partir das 19 horas na Faculdade de Educação da UFG. A jornada vai abordar temas como administração e empreendedorismo na vida de um médico, geração Y, finanças pessoais, opção de carreira para o recém-formado. Para mais informações, entre em contato com o centro acadêmico pelo e-mail caxxia.ufg@gmail.com. 

 

Prevenção de acidentes de trabalho – Nos dias 17 e 18 de outubro, o Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região vai promover o “Seminário sobre Trabalho Seguro: Perícias Médicas, Segurança e Saúde do Trabalhador”. Em pauta: a discussão de temas voltados para a promoção da saúde e segurança do trabalhador e a integração entre os profissionais envolvidos nas demandas jurídico-trabalhistas. Os médicos peritos interessados em participar devem enviar seus pedidos de inscrição para o e-mail inscricao.ej@trt18.jus.br, informando o nome completo, telefone, CPF e inscrição no Cremego.

 

Curso de Urgência e Emergências – Os médicos interessados em participar da nova turma do curso básico de Urgências e Emergências promovido pelo Cremego já podem se inscrever. As aulas serão nos dias 19 e 20 de outubro, na sede do Conselho, em Goiânia. As inscrições devem ser feitas pelo  cursodeurgencia@cremego.org.br. Atenção: as vagas para acadêmicos de medicina já estão esgotadas.

 

Boletim Eletrônico – Ano 7 Nº 425 14/10/2013

Edição: Rosane Rodrigues da Cunha – MTb 764 JP
Assessora de Comunicação – Cremego 
www.www.cremego.org.br
imprensa@cremego.org.br
(62) 3250 4900 

 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.