Ano 6 Nº 350 16/10/2012

 

Protesto dos Médicos 

Médicos vão suspender o atendimento a usuários de planos de saúde a partir de amanhã

Nos dias 17, 18 e 19 de outubro, os médicos goianos vão suspender o atendimento eletivo a usuários de planos de saúde. Apenas os casos de urgência e emergência serão atendidos. A paralisação vai atingir as operadoras de planos de saúde que não negociam com a classe médica, descumprem os acordos firmados, atrasam pagamentos e têm as mais baixas tabelas de remuneração dos médicos.

Em Goiânia e no interior, cerca de 200 mil usuários devem ser afetados pela suspensão do atendimento, que faz parte de um protesto nacional deflagrado em outubro pela classe médica contra as operadoras de planos de saúde, em defesa da valorização da medicina e da melhoria do atendimento à população.

Cada Estado teve autonomia para definir a forma de mobilização e os alvos (operadoras) do protesto. Em Goiás, a mobilização está sendo coordenada pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego), Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (Simego) e Comitê de Integração das Entidades de Representação dos Médicos e Estabelecimentos Assistenciais de Saúde (Cier-Saúde).

Esse será o quarto protesto nacional dos médicos contra as operadoras realizado desde 7 de abril de 2011 – os outros aconteceram em 21 de setembro de 2011 e em 25 de abril deste ano. Algumas conquistas dos médicos surgiram após mobilizações da categoria.

Na última delas, representantes das entidades médicas nacionais entregaram formalmente à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) um documento com 15 propostas para estabelecer critérios adequados para a contratação de médicos pelas operadoras de planos de saúde. A resposta está sendo cobrada no movimento deste mês.

Confira as reivindicações dos médicos

 

Pagamento de R$ 80,00 pela consulta médica e o reajuste dos honorários de acordo com a CBHPM/2012 (Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos – uma tabela de remuneração dos serviços médicos)

 

Inserção nos contratos de critérios de descredenciamento e de reajuste, com a definição de índices e periodicidade, por meio de negociação coletiva

 

Pagamento dos honorários médicos diretamente ao profissional

 

Fim da intervenção antiética das operadoras na autonomia da relação médico-paciente

 

Resposta da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por meio de normativa, à proposta de contratualização, encaminhada pelas entidades médicas

 

Operadoras de planos de saúde atingidas

pela paralisação

 

A escolha das operadoras foi aprovada pelos médicos em assembleia geral da categoria convocada pelo Simego.

 

1)    Amil

Motivo: Desvaloriza o médico, pagando valores diferentes pelo mesmo tipo de procedimento.

Valor da consulta médica: De 35 a 50 reais

 

2)    Cassi (Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil)

Motivos: Desde 1º de junho de 2012, não cumpre o acordo firmado com os prestadores de serviços de saúde e pratica glosas (cortes de pagamentos de serviços já prestados) sem justificativa.

Valor da consulta médica: 50 reais

 

3)    Capesesp (Caixa de Assistência e Previdência dos Servidores da Fundação Nacional de Saúde)

Motivos: Está com faturas atrasadas e propondo aos prestadores o parcelamento da dívida em 24 meses, com o primeiro pagamento em janeiro de 2013. Também não cumpre os acordos firmados com os prestadores de serviços.

Valor da consulta médica: 50 reais

 

4)    Fassincra (Fundação Assistencial dos Servidores do Incra)

Motivos: O pagamento dos prestadores de serviços de saúde está atrasado há quase 12 meses. Os valores são baixos e não foram apresentadas justificativas para o atraso.

Valor da consulta médica: 55 reais

 

5)    Imas (Instituto de Assistência à Saúde e Social dos Servidores Municipais de Goiânia)

Motivos: Atrasos nos pagamentos e falta de informações aos prestadores.

Valor da consulta médica: 42,54 reais

 

6)    Promed

Motivos: Não cumpre os acordos firmados com os prestadores de serviços. Após a venda para a América, passou a usar uma tabela de remuneração própria com valores muito defasados.

Valor da consulta médica: 46 reais

 

CONVITE

 

 

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) tem a satisfação de convidar Vossa Senhoria para a solenidade de entrega da Medalha de Honra ao Mérito Médico Profissional de 2012 aos médicos:

 

Dr. Carlos Inácio de Paula (CRM/GO 976)

Dr. Célio Heitor de Paula(CRM/GO 1462)

Dr. Elzevir Talvane Frazão (CRM/GO 861)

Dr. Heitor Rosa (CRM/GO 867)

Dr.Joaquim Caetano de Almeida Netto (CRM/GO 618)

Dr. Manoel Maria Pereira dos Santos (CRM/GO 797)

Dr. Nílzio Antônio da Silva (CRM/GO 865)

Dra. Sílvia Lêda França Moura de Paula (CRM/GO 2036)

 

Data: 19 de outubro de 2012

Horário: 20 horas

Local: Cremego – Rua T-27, número 148, Setor Bueno (entrada de eventos) – Goiânia (GO)

 

 

Favor, confirmar presença até o dia 18/10/12

(62)3214 1010 – 3251 1202 contato@eloeventos.com

 

 

NOTA DE PESAR

 

Morre o médico

José César de Castro Barreto

 

Com grande pesar, o Cremego informa o falecimento do médico José César de Castro Barreto (CRM 62), ocorrido no dia 13 de outubro, em Goiânia. O anestesiologista, que presidiu o Cremego entre 1978 e 1983, faleceu aos 86 anos de idade.

Natural de Campinas (SP), ele formou-se em 1955 pela Universidade Federal de Minas Gerais. Ocupou vários cargos em entidades médicas e, em 2005, foi homenageado pelo Cremego com a medalha Honra ao Mérito Profissional Médico.

 

AGENDA

 

Curso de Urgências e Emergências

será ministrado em Anápolis

 

Anápolis vai sediar nos dias 20 e 21 de outubro o curso de Urgências e Emergências, promovido pelo Cremego. As aulas serão na sede da Associação Médica de Anápolis – Rua S-59, quadra 58, lotes 16/27, Bairro Anápolis City.

Os interessados em participar podem entrar em contato com o Cremego pelo telefone (62) 3250 4907 e falar com Anderson Oliveira da Silva. As inscrições são gratuitas.

Para saber mais sobre o curso, acesse www.www.cremego.org.br

Cremego vai empossar CEM

em Catalão e Morrinhos

 

No dia 20 de outubro, o Cremego vai empossar os médicos eleitos para integrar as Comissões de Ética Médica (CEM) de unidades de saúde de Catalão e Morrinhos. Às 9h30, serão empossados os membros das CEMs do Hospital Nars Faiad, Hospital São Nicolau, Santa Casa, Hospital Materno Infantil e Centro Integrado da Mulher, em Catalão.

No mesmo dia, às 15h30, tomam posse os membros da CEM do Hospital Nossa Senhora do Carmo, em Morrinhos. A solenidade será na sede da Unimed Morrinhos.

 

DELEGACIA REGIONAL

 

Delegacia Regional do Cremego em Luziânia retoma funcionamento normal

 

Depois de alguns meses funcionando em regime de plantão, a Delegacia Regional do Cremego em Luziânia retomou seu funcionamento normal no dia 15 de outubro. A funcionária Terezinha Batista Bahia Lago Neta, que era lotada na sede do Cremego, em Goiânia, passou a trabalhar na Regional, que funciona de segunda a sexta-feira das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas.

 

 

Boletim Eletrônico – Ano 6 Nº 350 16/10/2012
Edição: Rosane Rodrigues da Cunha – MTb 764 JP
Assessora de Comunicação – Cremego
www.www.cremego.org.br
imprensa@cremego.org.br
(62) 3250 4900

 

 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.