Ano 6 312 17/04/2012

 

 

Assembleia Legislativa vai apreciar hoje a bonificação dos médicos da SES

 

 

A Assembleia Legislativa do Estado de Goiás vai apreciar hoje o projeto que prevê o pagamento de um bônus mensal da R$ 2,5 mil aos médicos da Secretaria Estadual de Saúde (SES). A sessão começa às 15 horas e será acompanhada por diretores do Cremego, que conclamam a classe médica a comparecer à Assembleia e conversar com os deputados estaduais sobre a importância da aprovação do projeto, que vai amenizar o déficit salarial dos médicos que atuam na rede pública estadual de saúde.

O pagamento do bônus foi anunciado ao Cremego pelo secretário Estadual de Saúde, Antonio Faleiros, em fevereiro. A previsão inicial era que o benefício fosse incluído nos contracheques de março, o que na aconteceu.

Em ofício enviado o secretário, o Cremego questionou quando o bônus começaria a ser pago. Em resposta, Antonio Faleiros informou que o projeto ainda depende de aprovação do Legislativo e garantiu que a da Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan) tem um compromisso com a SES de incluir o pagamento na folha deste mês, caso o projeto fosse aprovado até 15 de abril.

A expectativa é que a aprovação nesta terça-feira garanta a inclusão do bônus no próximo contracheque. Para tanto, o presidente do Cremego ressalta a importância da mobilização da classe médica e do comparecimento à sessão da Assembleia Legislativa.

 

Participe:  Hoje, 17 de abril (terça-feira), 15 horas, no Plenário da Assembleia Legislativa .Compareça e defenda a aprovação do projeto do bônus salarial para os médicos da SES

 

Boletim Eletrônico – Ano 6 Nº 312 17/04/2012
Edição: Rosane Rodrigues da Cunha
MTb 764 JP
Assessora de Comunicação – Cremego
www.www.cremego.org.br
imprensa@cremego.org.br
(62) 3250 4900

 

 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.