Ano 5 Nº 241 10/02/11

Aparecida de Goiânia: médicos aprovam

paralisação a partir do dia 22

 

Os profissionais vão suspender suas atividades caso, até essa data, o município não quite as duas folhas de pagamento em atraso

 

Em assembleia geral realizada ontem (9) na sede do Sindicato dos Médicos do Estado de Goiás (Simego), os médicos que atuam nas unidades públicas municipais de saúde e no Programa e Estratégia de Saúde da Família de Aparecida de Goiânia reafirmaram as decisões tomadas na reunião realizada no Cremego, no dia 7, e decidiram deflagrar uma greve a partir do dia 22 de fevereiro, caso até lá o município não quite as duas folhas de pagamento em atraso.

Os médicos também exigem a anulação das demissões de colegas pela Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia, que teriam ocorrido por retaliação, após os profissionais terem denunciado os atrasos nos pagamentos, a sobrecarga e falhas nas condições de trabalho nas unidades municipais. O Cremego já solicitou esclarecimentos ao secretário de Saúde de Aparecida de Goiânia, Rafael Nakamura, sobre essas exonerações.

O Conselho está acompanhando a mobilização dos médicos de Aparecida de Goiânia e trabalhando para sanar os problemas denunciados. O Departamento de Fiscalização do Cremego vai fiscalizar as unidades de saúde do município. O presidente do Conselho, Salomão Rodrigues Filho, também já solicitou uma audiência com o prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, para tratar da melhoria da remuneração, das condições de trabalho, dos contratos e do Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos (PCCV) dos médicos do município.

 

 

Morre o médico Ildo José da Silva

 

Com pesar, o Cremego comunica o falecimento do médico Ildo José da Silva (CRM 1558) ocorrido na última segunda-feira, dia 7, em Goiânia, onde ele estava internado há seis dias. Ildo, de 66 anos de idade, era natural de Jaraguá, formou-se em Medicina em 1973 pela Universidade Federal do Pará e sempre atuou no interior goiano, sendo um dos pioneiros na área médica em Itapuranga.

Proprietário do Hospital São Sebastião e ex vice-prefeito de Itapuranga, Ildo trabalhou no município e em cidades do Vale do São Patrício por mais de 35 anos, levando assistência, principalmente, à população de baixa renda.  

“Era um médico muito caridoso, que nos deixou um grande legado”, afirma o cardiologista Eduardo Luís Gomes, sobrinho de Ildo. A família, enlutada, agradece amigos, colegas médicos e demais profissionais da área de saúde, autoridades e uma infinidade de pessoas humildes e carentes que se fizeram presentes e manifestaram seu apreço no velório e sepultamento do médico.

 

Entrega de carteiras – O Cremego promove amanhã, 11, às 19h50, sua primeira solenidade de entrega de carteiras de 2011. Cerca de 130 novos médicos vão receber o documento com a inscrição no Conselho, que é uma exigência para o exercício da profissão em Goiás. A solenidade será na sede do Cremego, na Rua T-27, no Setor Bueno.

 

Contribuição Sindical – A cobrança da contribuição sindical está prevista nos artigos 578 a 591 da CLT. O tributo deve ser recolhido pelos empregadores no mês de janeiro e pelos trabalhadores ou profissionais liberais no mês de abril de cada ano em nome do sindicato representativo da categoria. Ao contrário das contribuições associativas ou confederativas, que são devidas apenas pelos sindicalizados, a contribuição sindical deve ser paga obrigatoriamente pela empresa e pelos profissionais, independentemente, de serem filiados ou não ao sindicato. A guia para o pagamento da contribuição sindical deste ano pode ser retirada pelos médicos no site do Simego: www.simego.com.br.

 

 Enquete – Qual a sua avaliação sobre o atendimento prestado pelo Cremego (presencial ou por telefone)? Essa é a pergunta da nova enquete feita pelo Cremego no portal www.www.cremego.org.br. O objetivo é saber a opinião dos médicos e da sociedade sobre o atendimento do Conselho. O resultado da pesquisa vai subsidiar ações do Programa de Gestão da Qualidade do Cremego, que visa melhorar os serviços prestados pela entidade. Sua opinião é muito importante, portanto acesse o portal e participe dessa enquete.

 

 EDITAIS

 

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS
CENSURA PÚBLICA EM PUBLICAÇÃO OFICIAL AO
DR. ELIAS TAMER MERHI – CRM/GO 1775

 

O CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS, no uso de suas atribuições legais, considerando a decisão prolatada pelo Conselho Federal de Medicina, em grau de recurso, comunica que a partir da presente data está sendo aplicada a pena prevista na alínea “C” do artigo 22 da Lei 3.268/57: “CENSURA PÚBLICA EM PUBLICAÇÃO OFICIAL ao médico DR. ELIAS TAMER MERHI – CRM/GO 1775, por infração aos artigos 29, 30 e 57 do Código de Ética Médica, vigente ao tempo do fato, atualmente capitulados respectivamente nos artigos 1º, 2º e 32 do novo C.E.M.

 

Goiânia, 10 de fevereiro de 2011.

DR. SALOMÃO RODRIGUES FILHO
Presidente do CREMEGO

 

 

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS
SUSPENSÃO DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL POR TRINTA DIAS AO
DR. ELIAS TAMER MERHI – CRM/GO 1775

 

O CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS, no uso de suas atribuições legais, considerando a decisão prolatada pelo Conselho Federal de Medicina, em grau de recurso, comunica que a partir da presente data está sendo aplicada a pena prevista na alínea “D” do artigo 22 da Lei 3.268/57: “SUSPENSÃO DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL POR TRINTA DIAS” ao médico DR. ELIAS TAMER MERHI – CRM/GO 1775, por infração aos artigos 29, 65 e 87 do Código de Ética Médica, vigente ao tempo do fato, atualmente capitulados respectivamente nos artigos 1º, 40 e 59 do novo C.E.M.

 

Goiânia, 31 de janeiro de 2011.

DR. SALOMÃO RODRIGUES FILHO
Presidente do CREMEGO

 

 

Boletim Eletrônico – Ano 5 Nº 241 10/02/11
Edição: Rosane Rodrigues da Cunha
MTb 764 JP
Assessora de Comunicação – Cremego
www.www.cremego.org.br
imprensa@cremego.org.br

(62) 3250 4900

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.