O Cremego apoia a proposta do Governo Federal, divulgada pelo Ministério da Educação, de suspender por cinco anos a abertura de novos cursos de medicina no Brasil. O Cremego entende que a atual oferta de vagas em faculdades de medicina é mais do que suficiente para suprir a demanda de médicos no País e que falhas na distribuição territorial destes profissionais devem ser sanadas de outra forma e a simples graduação de mais médicos não é uma delas.

E mais: muitas escolas médicas abertas nos últimos anos não oferecem a estrutura física e didático-pedagógica necessária para a formação de profissionais qualificados para o atendimento da população. Em muitas localidades, houve uma metastização dos cursos sem qualquer preocupação com a qualidade dos mesmos.

Defendemos a melhoria do ensino médico e não a abertura desenfreada de novas faculdades. Para contribuir com essa avaliação e o aperfeiçoamento do ensino, o Cremego vai realizar seu primeiro exame para formandos e recém-formados em medicina. A primeira prova será aplicada no dia 16 de dezembro e o resultado poderá ser usado pelas escolas para a identificação e correção de possíveis falhas.

 

(Rosane Rodrigues da Cunha/ Assessora de Comunicação – Cremego 17/11/17)

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.