Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Médicos protestam em defesa da saúde pública

 

PROTESTO MEDICOS 03 08 17

Médicos goianos participaram ontem (3) da mobilização nacional da categoria em defesa da saúde pública. Em Goiás, o protesto foi coordenado pelo Cremego e pelo Simego e aconteceu na sede do Conselho, onde um grupo de profissionais se reuniu para denunciar a precariedade do setor e cobrar providências das autoridades da área da saúde. Em entrevistas à imprensa, o presidente do Cremego, Leonardo Mariano Reis, também chamou a atenção dos governos para a necessidade urgente de investimentos na saúde e o Simego cobrou respeito à classe médica.

As entidades médicas seguem exigindo mais investimentos no Sistema Único de Saúde, valorização e condições dignas de trabalho para os médicos, que, frequentemente, são equivocadamente apontados como os responsáveis por falhas no atendimento, enquanto hospitais e centros de saúde públicos estão sem condições adequadas de funcionamento, superlotados, com escassez de materiais e medicamentos e sem os equipamentos necessários para a boa assistência à população.

Apenas no primeiro semestre deste ano, o Cremego fiscalizou cerca de 200 unidades públicas de saúde de Goiânia e do interior do Estado e a quase totalidade delas apresentou problemas que comprometem o atendimento aos pacientes. Nesta semana, o Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou uma pesquisa realizada entre médicos neurologistas e neurocirurgiões de todo o Brasil e que reafirmou a falta de condições adequadas para o atendimento na rede pública a vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC), que é responsável por mais de 100 mil mortes por ano apenas no Brasil. 

 De acordo com a pesquisa, 76% dos hospitais públicos brasileiros apresentam infraestrutura pouco adequada ou inadequada ao tratamento de AVC e, em média, cerca de 50% das internações por AVC resultam em óbitos em todo o País. Em Goiás, apenas em 2014, dos 4.416 pacientes internados, 2.375 morreram. Se houvesse mais investimentos na rede pública de saúde para o atendimento a esses pacientes, esse quadro poderia ser outro e muitas vidas poderiam ser salvas.

A mobilização dos médicos aconteceu em todos os Estados com o apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM), Conselhos Regionais de Medicina (CRMs), Associação Médica Brasileira (AMB), Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Federação Médica Brasileira (FMB), Ordem dos Médicos do Brasil (OMB) e Sindicatos dos Médicos.

(Rosane Rodrigues da Cunha/Assessora de Comunicação - Cremego - atualizada em 04/08/17)

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2016 - o site do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás -Todos os direitos reservados
Rua T - 28 N° 245 - Qd. 24 - Lote 19 E 20 - Setor Bueno - Goiânia - GO | Cep: 74210-040 | Fone: (62) 3250-4900 | Fax: (62) 3250-4949 | E-mail - cremego@cremego.org.br
Entrada de Eventos - Rua T-27 Nº 148 - Qd 24 - Lote 12 E 13 - Setor Bueno - Goiânia - GO | Cep: 74210-030 | Horário de funcionamento: Segunda a Sexta - 08h00 às 18h00